Eu frequentemente sou convidado para reuniões de planejamento e análise de processos e projetos. Tanto pessoas quanto instituições buscam as informações necessárias para tomarem as melhores decisões o possível.

Alguns investem seguidamente no planejamento. E gastam meses estudando a melhor maneira de executar um projeto.

Tudo isso é muito bom. Mas é comum, neste processo, acontecer o que eu chamo de “Paralisia da Análise”, um congelamento das atividades enquanto se analisa ou planeja algo novo.

No intuito de planejar e cumprir o planejado, acabam não fazendo nada, e a instituição toda sofre pois inclusive as tarefas mais corriqueiras acabam sendo interrompidas até que o plano esteja pronto.

Por favor, não me entenda mal. Eu sou totalmente a favor da análise e do planejamento, mas sou contra aqueles que demoram demais para serem concluídos e que acabam apenas consumindo o tempo e a energia da equipe.

Uma boa análise e um bom planejamento devem acontecer de forma rápida e consistente, enquanto as coisas continuam a acontecer. Afinal, a vida não pára enquanto fazemos as contas, não é mesmo?

Então, da próxima vez que você for fazer um planejamento, seja da empresa ou da sua próxima viagem de férias, não permita que tal planejamento se torne complicado demais ou mais importante do que o projeto em si. Ele precisa ser uma ferramenta que auxilia a alcançar aquilo de desejamos, e não o contrário.

Deixe sua opinião em meu blog.

Adquira meu livro Superação através do site http://www.elytorresin.com.br/superacao/