Gosto muito da música “Good People” de Jack Johnson. Nela ele pergunta, “onde estão as pessoas boas? Elas não mais existem ou são os meios de comunicação que não falam delas?”

Eu acredito na segunda hipótese. Infelizmente falar de crimes, escândalos e outras tragédias dá mais ibope e ninguém está interessado no professor que deu uma excelente aula ou no policial que, só por estar presente, impediu um crime de acontecer.

A tragédia vende mais. Mas com isso nos tornamos pessimistas e alguns chegam a perder a fé no futuro. Ouvi até uma sugestão de que não deveríamos mais ter filhos, porque eles não teriam futuro algum. Essa é uma maneira muito triste de se viver. Eu creio que há pessoas boas. E há muito para ser celebrado.

Nós não podemos influenciar a imprensa, mas podemos escolher o que falar a respeito. Sobre o que você conversa com seus amigos e com sua família? Não podemos deixar de lamentar alguns fatos mas devemos principalmente celebrar as boas pessoas e as boas notícias. Isso precisa se tornar um hábito. Então comece perguntando “o que você mais gostou no dia de ontem?” e depois “o que você mais quer fazer hoje”. Crie boas expectativas e coloque sua mente num modo “positivo”. Os ataques do pessimismo e da negatividade sempre voltarão, mas quanto mais você preencher seus pensamentos com as coisas boas da vida, menos eles te afetarão. E você também poderá facilmente se tornar uma daquelas pessoas boas que Jack Johnson está a procura.

Deixe sua opinião no blog…

Boa Jornada!