Todo mundo que um dia plantou algo, experimentou a Lei da Fazenda. Regida pela infalível Lei da Causa e Efeito, ela determina, por exemplo, que se você plantar tomates, colherá tomates…

Na natureza é simples assim. Nós colhemos aquilo que plantamos. Isso é muito evidente e não há como escapar.

Entretanto, muitos pensam que esta lei só se aplica a questões naturais e vivem esperando colher algo diferente do que plantaram. Vejo isso em muitos cenários. Pessoas que afirmam desejar algo muito bom para seus futuros, mas que não plantam nada, ou pior, insistem em plantar as sementes erradas, contrárias à tudo aquilo que sonham alcançar.

Então a pergunta é: “o que você deseja colher?” Do seu trabalho, relacionamentos, investimentos? Pense nos frutos que deseja obter e plante de acordo.

Se deseja sucesso, plante instrução, empenho, foco. Se deseja amizades verdadeiras, plante transparência, sinceridade, empatia. Deseja um relacionamento longo e profundo? plante honestidade, fidelidade, perdão. Assim é a lei da fazenda: o que você plantar, você irá colher! Então escolha as sementes certas; plante o que é bom e, quando chegar a hora, colha o que há de melhor.