Nos posts anteriores eu dei algumas dicas sobre como lidarmos com mudanças indesejadas que nos fazem sair da nossa zona de conforto. Hoje eu vou encerrar falando sobre mais três atitudes que podem lhe ajudar.

Num momento de grandes mudanças, ter emoções é normal. Sentimentos como tristeza, amargura e, até, raiva fazem parte do processo. Mas por um ou dois dias, apenas. Depois disso, chacoalhe a poeira e vá em frente. Se você ficar muito tempo remoendo esses sentimentos, corre um sério risco de ficar preso neles, e não se adaptar às mudanças.

Passado o susto inicial, mantenha uma atitude positiva. Quando você entra num processo com uma atitude negativa, ele estará fadado ao fracasso. Então, mesmo que a mudança pareça ruim, dê a ela uma chance de provar o contrário.

E por último, se, ao final de tudo isso, você ainda não estiver convencido de que a mudança é boa e necessária, defenda sua posição. Mas de maneira adequada, de forma pragmática e baseada em fatos, nunca em suas emoções ou achômetros. Não concordar ou gostar de algo, não significa que não será bom.

Toda mudança, por mais traumática que seja, se for administrada apropriadamente com visão e perspectiva, produzirá crescimento, você se tornará uma pessoa mais experiente e madura, e sairá do processo muito mais forte. Então sempre se pergunte: o que é que eu posso aprender com tudo isso? Ao responder essa pergunta você estará dando mais um passo em direção ao seu sucesso.

Deixe sua opinião.

Um grande abraço e uma ótima jornada!

Adquira meu livro Superação através do site http://www.elytorresin.com.br/superacao/

 

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=MtzqwXOKcFg&w=560&h=315]