Nos meus comentários eu sempre falo como devemos olhar para frente, planejar e ficar firmes nos nossos alvos. Mas e quando não conseguimos mais ir em frente? Quando os obstáculos se tornam intransponíveis e a batalha parece estar perdida?
Numa batalha, quando uma tropa ou pelotão encontra uma situação assim, o movimento utilizado é o de recuar, reagrupar e traçar novas estratégias, para depois atacar novamente e assim ter a chance de vencer aquele desafio.
Talvez ajam momentos assim nas nossas vidas. Um tempo de parar, recuar um pouco e avaliar a situação e os recursos que ela demanda, para somente então decidir se voltamos a atacar ou se passamos para outro projeto.
É verdade que ninguém gosta de voltar atrás, de, como dizem os mais jovens, pagar o mico de um fracasso. Mas pior do que isso, é insistir em algo que não irá dar resultado e só trará frustração e dor.
Então avalie em que pé você está. Se o caminho é continuar lutando ou se o desgaste desta luta está sendo grande demais para você ou para sua família. Se for caso, dê uma pausa. Reavalie sua situação, tome um fôlego e decida se segue em frente ou não.
Como eu disse num outro dia, o preço para nosso sucesso não pode ser nossa saúde ou nossa família. Então faça esta avaliação e tome a decisão certa. Talvez o seu próximo passo seja dar uma pausa!

[soundcloud url=”http://api.soundcloud.com/tracks/93403755″ params=”” width=” 100%” height=”166″ iframe=”true” /]