Recentemente, precisei dirigir a um local bastante remoto, fora do meu caminho de costume. Sem um GPS para me ajudar, me perdi. Depois de muitas voltas, finalmente cheguei ao meu destino, mas cansado e aborrecido. Ao chegar, me perguntaram: “mas por que você não pediu informações?”
A triste verdade é que a maioria das pessoas não gosta de pedir informações. Talvez por vergonha ou por orgulho, mas o fato é que preferimos correr o risco de nos perder, do que assumir que precisamos de direção.
No transito esse é um problema simples. Corrigimos o trajeto e chegamos atrasados. Ou, na pior das hipóteses, perdemos nosso compromisso. Mas na vida, essa atitude pode custar muito mais caro. Ao decidirmos andar sozinhos, e não buscarmos o conselho de quem sabe o caminho, deixamos de usufruir do conhecimento existente, e jogamos com o nosso futuro.
Mas o seu futuro é muito mais importante do que seu orgulho ou do que um momento de embaraço.
Então, pergunte! Na dúvida, procure alguém que já passou pela mesma situação ou teve de tomar uma decisão semelhante. Ouça sua história e aprenda com os seus erros e acertos. Esse conhecimento é muito valioso e está à sua disposição. É só você procurar e perguntar. Fazendo isso, você terá muito mais base para tomar as suas próprias decisões e terá maiores chances de acerto.

Adquira meu livro Superação através do site http://www.elytorresin.com.br/superacao/