O que você faz quando vai atravessar a rua? Ou, se é motorista, quando vai atravessar um cruzamento? Para e olha para os lados, conferindo se há algo vindo em seu encontro antes de tomar a decisão de prosseguir.

Desde pequenos aprendemos a fazer isso no trânsito, mas muitas vezes deixamos de fazê-lo em nossas vidas cotidianas. Avançamos às cegas, ignorando sinais e cruzando preferenciais. E quando sofremos uma colisão, não entendemos o porquê.

Tal qual fazemos no trânsito, em nossa correria diária precisamos aprender a parar, olhar para os lados e avaliar se, ao avançarmos, não estamos indo de encontro com outras pessoas.

Acidentes assim acontecem no trabalho, na escola e, até mesmo, em casa e com os amigos. Nossas decisões e atitudes colidem com aqueles com quem nos relacionamos, muitas vezes causando divergências, atritos e, até mesmo, rompimentos.

Na próxima vez que tiver de avançar em alguma direção, decidir algo importante, pare para observar as pessoas próximas a você. O quanto essa decisão as afeta? Qual deveria ser sua participação neste assunto?

Ao invés de atropelá-las ou colidir com elas, avalie: elas devem ser incluídas nesta decisão? Podem ou devem contribuir para o projeto? Quem sabe devam, ao menos, ser informadas?

Dê a preferencial para as pessoas com quem se relaciona. Eu tenho certeza que com isso você irá aprender com elas e seus relacionamentos serão mais sólidos e profundos.

Adquira meu livro Superação através do site http://www.elytorresin.com.br/superacao/

 

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=hKRGb-m_77A&w=560&h=315]