Em fevereiro passado participei de um curso com o escritor norte americano Bob Goff.
De tudo o que aprendi com ele, algo me chamou a atenção em especial: a afirmação de que quem ama, faz!
Parece óbvio, mas muitas vezes as pessoas afirmam amar outras pessoas, projetos, animais e até mesmo objetos, mas quando são desafiadas a fazer algo por eles, algo que as coloque na linha de frente, no risco, ficam aquém, permanecem à distância apenas “torcendo” ou esperando.
Quando você realmente ama, você entra na briga, não se contenta em ficar à margem da situação, precisa participar dela.
À luz dessa afirmação, tenho de fazer uma pergunta capciosa: que tipo de amor você demonstra ter? Desse que encara o desafio e transforma suas palavras em ações palpáveis que realmente fazem diferença, ou daquele que fica só na conversa? Que se desculpa “gostaria de poder ajudar, mas…”
O amor precisa ser demonstrado em ações. Como quando estamos apaixonados. Todos nós já fizemos loucuras por amor. Precisamos agir mais assim. Fazer loucuras por aqueles e aquilo que amamos.
Na família, nos relacionamentos de amizade, nos projetos, precisamos sair da margem e entrar na briga. Demonstrar nosso compromisso com atitudes que façam diferença e que façam jus ao amor que sentimos. Porque Bob está certo: quem ama, faz.

Para saber mais, leia “Love Does” de Bob Goff.

Adquira meu livro Superação através do site http://www.elytorresin.com.br/superacao/