Atualmente fala-se muito a respeito de relevância. De como as mídias, empresas e produtos devem ser relevantes e se conectarem aos seus públicos.
Mas e as pessoas? Será que elas também podem ser relevantes?
Neste caso, relevância significa estar conectado com o que as pessoas estão vivendo e interagir com elas neste mesmo nível, buscando ir ao encontro de suas necessidades.
Infelizmente, muitas pessoas têm dificuldade em agir desta forma. Desenvolvem relacionamentos superficiais que, na hora da verdade, se mostram irrelevantes porque contribuem com muito pouco, ou nada. São amigos para os bons momentos, mas nas dificuldades, não podemos contar com eles.
Para você se tornar uma pessoa relevante, seja em sua família, amizades, ou até na empresa, você precisa estar atento às necessidades dos outros e disposto a fazer algo à respeito. Oferecendo toda a ajuda que você puder dar, nem que seja apenas um ouvido fiel.
É claro que não podemos resolver os problemas de todo mundo, mas podemos pelo menos contribuir. Ao se tornar alguém presente e disposto a ajudar, você também se tornará relevante, e mais do que isso, importante e indispensável.
Então, não apenas fale sobre relevância. Seja relevante.

Adquira meu livro Superação através do site http://www.elytorresin.com.br/superacao/